logotipo
CONTATO
Canal da CBTE no Youtube   Fanpage da CBTE no Facebook   Procura no site   Perguntas Frequentes
21/12/2009
Cesar Cielo e Sarah Menezes são escolhidos melhores atletas de 2009 no Prêmio Brasil Olímpico
Crédito: Sérgio Huoliver / Divulgação COB

Nada melhor do que após um ano de conquistas ser reconhecido pelo público e receber um prêmio das mãos do Presidente da República. O Prêmio Brasil Olímpico 2009 consagrou o nadador Cesar Cielo e a judoca Sarah Menezes como os melhores atletas de 2009. Os dois receberam o Prêmio Brasil Olímpico, nesta segunda feira, dia 21, no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, em festa organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro. O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva também foi um dos grandes homenageados do evento. Ele recebeu o Troféu Personalidade Olímpica das mãos do presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

A escolha do Melhor Atleta de 2009 foi feita pelo público, através do site www.premiobrasilolimpico2009.com.br. Foram computados cerca de 375 mil votos. Além de Cielo e Sarah, os concorrentes foram o ginasta Diego Hypolito e o velejador Torben Grael, no masculino, a nadadora Poliana Okimoto e a lutadora de taekwondo Natália Falavigna, no feminino.

A judoca piauiense venceu com 46% dos votos e dedicou a vitória à equipe e a todos os envolvidos na sua preparação. "O judô é o esporte individual mais coletivo que existe. Há uma equipe com quem você treina diariamente, além dos treinadores que acompanham nosso dia a dia. Agradeço a todos os que estiveram comigo até aqui", disse Sarah ao receber o prêmio das mãos do presidente Lula.

Depois de um ano irrepreensível, o nadador dono dos recordes mundiais nos 50m e nos 100m livre conquistou o Prêmio Brasil Olímpico pela segunda vez consecutiva, já que ganhou o troféu em 2008. "Todos os que concorreram mereciam ganhar. Esta foi uma homenagem muito bonita", disse Cielo. "Depois de uma temporada de tantas conquistas, chegou a hora de ficar com a família e descansar", completou o nadador, que recebeu 77% dos votos na eleição masculina. "Agradeço a todos que votaram em mim. Isso é um incentivo para que eu consiga novas conquistas até Londres 2012. Até lá, gostaria de continuar contando com a força de todos vocês", disse Cielo.

Rio 2016 - Pelo empenho pessoal na campanha que consagrou o Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o presidente Lula recebeu o Troféu Personalidade Olímpica 2009. "Pensei que já havia vivido todas as emoções que alguém poderia viver, mas nunca poderia imaginar passar pelo que aconteceu em Copenhague. Foi muito emocionante desde o começo. Fizemos uma apresentação perfeita e mostramos que nos preparamos. Trabalhamos de forma profissional. Estávamos confiantes. O Brasil é o país dos caras", declarou o presidente Lula.

"Para concretizar esse sonho, precisamos da força de todos, desde os Três Níveis de Governo aos membros do Comitê de Candidatura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Agora, todos juntos vamos construir o sonho", agradeceu presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, que ao seu lado teve, além da presença do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral; o prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o ministro do Esporte, Orlando Silva, todos lembrados pelo empenho pessoal durante todo o processo de candidatura Rio 2016.

Pelo Comitê de Candidatura também foram homenageados o secretário geral Carlos Roberto Osório; o diretor de marketing e comunicação, Leonardo Gryner; o gerente de esportes, Agberto Guimarães; o gerente geral de Relações Internacionais, Mario Cilenti; e Christiane Paquelet, diretora de Cultura e Educação do COB. O empresário Eike Batista, por sua colaboração com a campanha, assim como membros do Comitê Paraolímpico Brasileiro, através do seu presidente Andrew Parsons também foram homenageados. Mais de 500 profissionais estiveram envolvidos na candidatura carioca.

Esta foi a 11ª edição do evento promovido e organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro. A escolha dos melhores atletas do ano em cada uma das 42 modalidades (ver lista abaixo) e dos atletas que concorreram ao troféu de Melhor Atleta do Ano foi feita por um colégio eleitoral formado por jornalistas, dirigentes esportivos, atletas e ex-atletas e personalidades do esporte com base em uma lista tríplice encaminhada ao COB por cada Confederação Brasileira Olímpica, além da Confederação Brasileira de Futsal, já que a modalidade integrou o programa dos Jogos da Lusofonia 2009, em Lisboa.

O Prêmio Brasil Olímpico 2009
O Prêmio Brasil Olímpico já se consolidou como a maior festa do esporte brasileiro. Além dos melhores atletas do ano e dos melhores atletas em cada uma das 42 modalidades, o Prêmio Brasil Olímpico entregou o troféu de melhor técnico do ano a Renato Araújo, técnico do ginasta Diego Hypólito, e a Ricardo Cintra, técnico da nadadora Poliana Okimoto. Brett Hawke, técnico de Cesar Cielo, também foi homenageado pelo COB. Por indicação do Comitê Paraolímpico Brasileiro, os melhores atletas paraolímpicos são Daniel Dias e Josiane Lima. Walquíria Campelo receberam o troféu de melhor técnica paraolímpico.

"É uma honra receber este prêmio. Tenho certeza de que estaremos em um patamar superior em 2016", disse Renato Araújo. "Gostaria de estender essa homenagem a todos os professores e treinadores de natação do Brasil", completou Ricardo Cintra. Cesar Cielo recebeu o prêmio por Hawke, que está na América do Norte.

Na categoria melhores atletas das Olimpíadas Escolares, Carolina Bilich (natação) e Hugo Calderano (tênis de mesa) foram apontados pelo COB como os destaques para atletas entre 12 e 14 anos. Na competição para atletas de 15 a 17 anos os escolhidos foram Carolina Bergamaschi (natação) e Willian Braido (atletismo). Já nos esportes universitários receberão o troféu de melhor atleta do ano os lutadores de taekwondo Natália Falavigna e Diogo Silva. Esta premiação acontece por indicação da Confederação Brasileira de Desportos Universitários, com base no resultados dos atletas na Universíade, realizada em Belgrado.

O COB concedeu também o Troféu Adhemar Ferreira da Silva ao atleta Joaquim Cruz, campeão olímpico nos 800m em Los Angeles 1984. Este troféu é oferecido a ex-atletas que simbolizem os legados de Adhemar, o primeiro bicampeão olímpico do Brasil.

"O sonho tem um ponto de partida, mas não um ponto de chegada", ensinou Joaquim Cruz, que chorou e foi aplaudido de pé.

Também por indicação do COB, O Troféu COI - Esporte e Luta contra o Doping foi entregue ao médico Eduardo De Rose. Ele voltou a falar da importância do jogo limpo para a evolução real do esporte. "A excelência brasileira deve ser caracterizada pelos valores olímpicos, pela ética e pela saúde", reafirmou De Rose.

Os vencedores das edições anteriores do Prêmio Brasil Olímpico:
1999 - Maurren Maggi (atletismo) e Gustavo Kuerten (tênis)
2000 - Leila Barros (vôlei) e Gustavo Kuerten (tênis)
2001 - Daniele Hypolito (ginástica artística) e Robert Scheidt (vela)
2002 - Daniele Hypolito (ginástica artística) e Nalbert (vôlei)
2003 - Daiane dos Santos (ginástica artística) e Fernando Meligeni (tênis)
2004 - Daiane dos Santos (ginástica artística) e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo)
2005 - Natália Falavigna (taekwondo) e João Derly (judô)
2006 - Laís Souza (ginástica artística) e Giba (vôlei)
2007 - Jade Barbosa (ginástica artística) e Thiago Pereira (natação)
2008 - Maurren Maggi (atletismo) e Cesar Cielo (natação)

Os vencedores do Prêmio Brasil Olímpico 2009 em cada modalidade:
Atletismo - Fabiana Murer
Badminton - Daniel Vasconcellos Paiola
Basquete - Anderson Varejão
Boxe - Everton dos Santos Lopes
Canoagem Slalom - Poliana Aparecida de Paula
Canoagem Velocidade - Nivalter Santos de Jesus
Ciclismo BMX - Renato Rezende
Ciclismo Estrada - Murilo Fischer
Ciclismo Mountain Bike - Edivando de Souza Cruz
Ciclismo Pista - Marcos Christian Novello
Desportos na Neve - Maya Harrison
Desportos no Gelo - Kevin Bettencourt Alves
Esgrima - Cleia Gulhon da Silva
Futebol - Marta Vieira da Silva
Futsal - Tiago de Melo Marinho
Ginástica Artística - Diego Hypólito
Ginástica Rítmica - Ana Paula Scheffer
Ginástica Trampolim - Taissa Paraíso Garcia
Handebol - Jaqueline Anastácio
Hipismo Adestramento - Luiza Novaes Tavares de Almeida
Hipismo CCE - Serguei Fofanoff
Hipismo Saltos - Rodrigo Pessoa
Hóquei Sobre Grama - Djeniffer Dombrowicz Vasques
Judô - Sarah Menezes
Levantamento de Peso - Rosane dos Reis Santos
Lutas - Laís Nunes de Oliveira
Maratona Aquática - Poliana Okimoto
Natação Sincronizada - Nayara Leite Figueira
Natação - César Cielo
Pentatlo Moderno - Yane Marques
Pólo Aquático - Marina Canetti
Remo - Ailson Eráclito da Silva
Saltos Ornamentais - César Castro
Taekwondo - Natália Falavigna
Tênis - Thomaz Bellucci
Tênis de Mesa - Thiago Monteiro
Tiro com Arco - Brunna Hellen Araújo
Tiro Esportivo - Ana Luiza Ferrão
Triatlo - Reinaldo Colucci
Vela - Torben Grael
Vôlei - Fabiana Marcelino Claudino
Vôlei de Praia - Harley Marques Silva
por: cob.org.br