logotipo
CONTATO
Canal da CBTE no Youtube   Fanpage da CBTE no Facebook   Procura no site   Perguntas Frequentes
13/07/2007
PAN 2007: Festa inesquecível abre oficialmente o Pan-americano
RIO DE JANEIRO, 13 de julho - Toda a energia do templo do futebol irradiou para as Américas nesta sexta-feira, dia 13, quando foram abertos oficialmente os XV Jogos Pan-Americanos RIO 2007. O Estádio do Maracanã foi palco de uma festa inesquecível, que encantou 75 mil pessoas.

A festa foi aberta com a música tema do RIO 2007, "Viva essa energia", interpretada pela cantora Ana Costa, dando início ao espetáculo de cores, luzes e sons, que emocionou todos os que estavam no Maracanã.

Várias autoridades acompanharam a Cerimônia de Abertura dos Jogos, como o Presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva; o Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge; o Presidente da Organização Desportiva Pan-americana (ODEPA), Mario Vázquéz Raña; o Presidente do Comitê Organizador dos Jogos e do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman; o Presidente de honra da FIFA, João Havelange; e o Presidente de honra do COI, Juan Antonio Samaranch.

Elza Soares, viúva de Mané Garrincha - jogador que tanto emocionou o Maracanã com seus gols e dribles -, também arrancou lágrimas de milhares de brasileiros ao interpretar o hino brasileiro. Depois foi a vez do garoto Kainã, aluno da sexta série, assumir a responsabilidade de tocar seu atabaque e trazer para dentro do estádio 1.150 ritmistas de escolas de samba cariocas. O Maracanã literalmente caiu no samba.

A energia é o tema do RIO 2007 e o desfile trouxe para o gramado a força do sol, da água e do homem, transformando o local numa imensa praia.

A entrada dos atletas no estádio emocionou o público. A delegação da Argentina abriu o desfile porque o país sediou a primeira edição dos Jogos, em Buenos Aires-1951. Os panamenhos desfilaram com a bandeira nacional graças ao perdão temporário dado pela ODEPA.

O Brasil, liderado pelo porta-bandeira Vanderlei Cordeiro, fechou o desfile com a maior delegação esportiva de sua história.

O acendimento da Pira Pan-americana foi um dos pontos altos da festa. O bicampeão olímpico de vela Torben Grael entrou no Maracanã com a Tocha e a entregou para o ex-jogador de vôlei Carlão, que foi até seus companheiros que conquistaram o título olímpico de Barcelona-1992, para todos juntos levantarem a Tocha. Em seguida, foi a vez da ex-jogadora de basquete Paula e suas companheiras medalhas de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta-96 receberem os aplausos do público.

Em seguida, a Chama Pan-americana chegou às mãos de Sandra Pires, campeã olímpica de vôlei de praia em Atlanta-1996. Recordista brasileiro de medalhas em Jogos Pan-americanos, Gustavo Borges foi o penúltimo a conduzir o símbolo.

Coube a Joaquim Cruz, medalha de ouro nos 800m dos Jogos Olímpicos de Los Angeles-84, a honra de acender a Pira Pan-Americana no gramado. E a cantora Daniela Mercury fechou a festa, colocando os atletas e o público para dançar.
por: Site Oficial do PAN 2007