logotipo
CONTATO
Canal da CBTE no Youtube Página da CBTE no Instagram Fanpage da CBTE no Facebook Procura no site Perguntas Frequentes
15/03/2014
ODESUR - No tiro esportivo, dia de 4 medalhas para o Brasil nos Jogos Sul-Americanos
Felipe Wu e Daniela Carraro conquistaram o ouro, Leonardo Moreira e Cassio Rippel, prata e bronze

Nas três provas do tiro esportivo deste sábado, que valiam medalhas nos Jogos Sul-Americanos, em Santiago, Chile, os brasileiros brilharam e conquistaram quatro medalhas, em seis possíveis. Destaque para os ouros de Felipe Wu, na pistola de ar e Daniela Carraro, do skeet, mulheres.

Na pistola de ar, primeira medalha de ouro do sábado, Felipe entrou para a final na sexta posição, com 565 pontos conquistados. Na rodada decisiva, com os oito melhores classificados, Felipe manteve-se sempre à frente durante toda rodada e não deu a menor chance aos adversários, conseguiu a boa marca de 202,6 pontos, em 20 disparos e assegurou mais uma medalha dourada brasileira na competição. O brasileiro, que foi medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude, Singapura 2010, já é apontado como realidade do tiro esportivo brasileiro, para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A medalha de prata foi para o venezuelano Frank Bonilla, com 194,4 pontos e o bronze foi a para a Bolívia, com Rudolf Knijnenburg. O outro brasileiro na prova, Stenio Yamamoto, foi o nono colocado, com 562 pontos.

A prova carabina deitado também foi boa para nossos atletas e teve direito à dobradinha verde e amarela, prata para Leonardo Moreira e bronze, com Cassio Rippel. Na fase de classificação os atletas haviam ficado nas duas primeiras colocações, Leonardo em primeiro, com 625,9 pontos e Cassio, em segundo, com 623,9. Na disputa pelo ouro Leonardo competiu contra o argentino Angel Velarte, que acabou ficando com o ouro ao marcar 208,4 pontos, contra 206,2 do brasileiro, que ganhou a medalha de prata. Cassio Rippel ficou com o bronze, ao ser mais eficiente do que o boliviano Jaime Moralez, que acabou na quarta posição.

Fechando o dia de conquistas do Brasil, mais uma medalha de ouro, desta vez com Daniela Carraro, do skeet, mulheres, que brilhou e conquistou a primeira medalha dourada para o tiro ao prato. Daniela mostrou às adversárias que está em forma e na briga por representar bem o Brasil em 2016. A brasileira alcançou a primeira colocação após quebrar 68 dos 75 pratos lançados, um a mais que Francisca Crovetto, do Chile, medalhista de prata, com 67. O bronze foi para a argentina Melissa Gil, que acertou 63 pratos.

Na última prova do dia, tivemos a primeira parte do skeet masculino. Até o momento José Pedro Costa está na décima colocação, com 66 pratos quebrados, uma posição à frente de Luciano Alves, décimo-primeiro, com 65.

No domingo, 16/03, acontecerá a continuação e a disputa por medalhas no skeet, homens e, também valendo medalhas, a prova carabina de ar, mulheres, com a participação das atletas Rosane Budag e Cristina Mello.

Até o momento o tiro esportivo brasileiro já conquistou 9 medalhas nos Jogos Sul-Americanos; 3 de ouro, 4 de prata e 2 de bronze.
por: CBTE