logotipo
CONTATO
Canal da CBTE no Youtube   Fanpage da CBTE no Facebook   Procura no site   Perguntas Frequentes
19/05/2009
Esclarecimentos sobre o Campeonato Brasileiro de Field Target 2009
A CBTE acaba de receber a confirmação da World Field Target Federation (WFTF) de sua aceitação, pela unanimidade dos Países que a compõem, como representante no Brasil dessa dinâmica modalidade.

O Field Target é uma prova de tiro realizada exclusivamente com armas de ar comprimido, simulando uma caçada. Os alvos são silhuetas de animais em aço, em tamanho natural ou em escala, com um ponto de desarme denominado "kill zone". Este ponto, perfeitamente redondo, pode variar de 15mm a 50mm. Os alvos são distribuídos nas distâncias de 9 a 50m, em terreno variado.

Para que pudéssemos realizar as provas pelo sistema On line tivemos que criar algumas padronizações, que não vêm a prejudicar o lado técnico da modalidade. Também para democratizar a participação de todos e de forma justa, criamos a classificação por Classes, reunindo atletas de ambos os sexos e qualquer idade, dentro de um mesmo grupo de disputa, conforme sua capacidade técnica ou precisão de suas carabinas.

Veja a seguir algumas padronizações que serão usadas no Campeonato Brasileiro de 2009:

1. Terá 6 etapas, sendo 5 nos meses de junho a outubro, realizadas em vários locais simultaneamente, e a etapa final no mês de novembro, no Centro Nacional de Tiro Esportivo no Rio de Janeiro.

2. As 5 primeiras etapas serão realizadas pelo Provas On-line, em diferentes locais, tendo algumas padronizações:

2a. Provas compostas de 30 alvos divididos por 6 postos com 5 alvos cada;

2b. Os atletas serão divididos nas classes A, B e C de acordo com seu resultado na primeira etapa em que participarem, competindo durante todo o campeonato por essa classe. Com isto resolvemos as diferenças de armas e qualidade técnica de cada atleta;

2c. Dentro dos 30 alvos de cada prova, no mínimo 15 terão distância máxima de tiro de 15m e outros 15 alvos de 16m a 50m que deverão também ser alvejados por todos. Isto visa beneficiar os iniciantes que, normalmente, competem com carabinas menos precisas, não prejudicando os experientes e possuidores de armas mais precisas que terão mais 15 alvos nas distâncias de 16m a 50m para testar suas habilidades.

2d. Para padronização das 5 primeiras etapas, o Departamento Técnico da CBTE emitirá Boletins Técnicos com as características de cada prova e postos, uniformizando assim os diversos locais de competição.

3. Na etapa final teremos uma grande confraternização e troca de experiências. Lá estarão atletas de diversos estados e de outras modalidades como Carabina e Pistola, Tiro ao Prato e Provas Especiais.

Frederico José Pereira da Costa
Presidente da CBTE
por: CBTE